Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Inverno

O saborear dos dias... com maior deleite e meticuloso vagar.

Inverno

Boas Festas e o #Me Too

23.12.18 | Maria Rocha Soares

 

 

Imagem relacionada

 

 

Cuidado! Cuidadinho... aconselho-vos, eu. O costume de dar boas festas tem muito de perverso...

Não?! Ah, não?! E as que se fazem aos cachorros, para lhes amansar o génio, a fim de poder alcançar a dona para lhe dar... umas, boas festas?!

Não vamos mais longe: os mecânicos de automóveis e outros profissionais do género, quando expressam os seus mais sinceros desejos com aquele fervor característico... "Dava-te, umas boas festas..."

Acham que é só espírito natalício. Ou uma grande vontadinha de passar a mão no pêlo, das mães natal? 

Os carteiristas? Que pretendem, quando fazem umas boas festas na carteira dos turistas e dos transeuntes?  

As verdadeiras intenções que isto tudo esconde e o apalpanço que envolve... hã?! Eu cá, não sei.  Mas, não punha as minhas mãos no lume!

Com as Boas Festas que se "desejam" e aquelas, que literalmente "damos aos outros", todo o cuidado é pouco! 

Não digam, depois, que não vos avisei...

 

 

 

 

 

 

 

2 comentários

Comentar post