Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Inverno

O saborear dos dias... com maior deleite e meticuloso vagar.

Inverno

KOROKKE - Croquete Japonês

02.11.18 | Maria Rocha Soares

 

 


Resultado de imagem para korokke


  


Um pouco de História:


Korokke (croquete japonês), uma iguaria muito apreciada no Japão, ninguém diria... é de origem portuguesa. Consta de: nada mais que, um bolinho frito que leva batata, carne e outros ingredientes, que pode ser encontrado em alguns obentôs (estações de comboios e outras) ou vendidos separadamente em lojas de conveniências e supermercados.

O croquete japonês foi introduzido pelos portugueses, no Japão, em fins do século XIX. Acabando por ficar popular entre a população. Existe mesmo uma cidade chamada Ryugasaki, que transformou os croquetes, numa especialidade local com o objectivo de atrair turistas. De tal forma que alguns restaurantes da cidade uniram-se e criaram o Clube do Croquete.

Os estabelecimentos participantes oferecem uma gama variadíssima de croquetes originais, incluindo versões que usam amendoins da região, e também outros ingredientes: maçãs, tofu e até croquetes temperados com caril.

Clube do Croquete também oferece aos visitantes um mapa com a localização de todos os estabelecimentos participantes. Para alem destas acções de divulgação, esta associação organiza concursos de croquete voltados para visitantes e alunos do ensino médio, onde cada um pode usar da sua criatividade e criar versões diferentes da iguaria.

 

KOROKKE

Receita


Ingredientes:


200 gramas de carne picada 

5 batatas grandes

1 alho grande

1 cebola 

sal, pimenta, noz moscada e leite - q. b.

2 ovos

Farinha q.b.

Panko (pão ralado grosseiro) q. b. 

Como também fiz Korokke (croquetes) de bacon  utilizei 1 embalagem de bacon em pedacinhos

 

Confeccionar:


Descasque e corte as batatas em pedaços médios. Ponha-as a cozer com um pouco de sal. Quando cozidas, escorra bem e amasse-as com um garfo até moerem completamente, junte um pouco de leite. Tempere com pimenta, noz moscada e se precisar, com um pouco mais de sal e reserve.

Numa frigideira aqueça o óleo, adicione a cebola picada e acrescente a carne moída (temperada com sal e pimenta e alho) e refogue até que a carne mude de cor.  


pastel7.jpg

 

pastel3.jpg

 

Coloque esta mistura num recipiente e, com ajuda das mãos forme "bolinhas"  levemente achatadas. Bata um ovo ou dois, conforme a quantidade de "massa" num pratinho. Noutro, ponha a farinha de trigo. Num terceiro verta o Panko (pão ralado mais grosseiro, que por acaso fiz em casa com pão rijo que me sobrou, mas que se compra em qualquer supermercado - Continente/Jumbo - e se come, normalmente na Tempura). Vá passando os croquetes, primeiro na farinha, de seguida no ovo e por último no panko. Frite em óleo quente. 

 

pastel4.jpg

  pastel6.jpg

Salpique, se gostar, com molho tonkatsu por cima. Normalmente são servidos com salada de couve cortada fininha. Alguns acrescentam shitake, (cogumelos) shimeji (tido como o mais saboroso cogumelo do Japão), milho, ou vegetais ralados. É tudo uma questão de gosto e de inspiração. 
 
pastel1.jpg 

E aqui Korokkes... croquetes de carne e de bacon. Que também podem fazer-se, de camarão e dos sabores que quisermos... se seguirmos as "pisadas" do Clube do Croquete de Ryugasaki,


pastel2.jpg


 

Eu escolhi comê-los apenas com alface, tomate, molho de iogurte e alho (que gosto muito) mas também houve quem os comesse com molho agridoce e wasabi ... Estavam muito bons! São fáceis de fazer e uma "fuga" aos tradicionais, que costumamos fazer diferentes.