Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Inverno

O saborear dos dias... com maior deleite e meticuloso vagar.

Inverno

Os Manéis da TV...

09.11.18 | Maria Rocha Soares

 

 

 

Resultado de imagem para manuel luís goucha

 

 

 

A elegância em pessoa. O charme e educação com que Manuel Luís Goucha tomou conta do programa de Fátima Lopes, introduzindo-se no estúdio onde a colega trabalhava acabando por expulsá-la... monopolizando convidados e assistência, é realmente um must de comportamento. Se dúvidas persistissem sobre a razão de ele e de Cristina Ferreira se darem tão bem, desvaneceram-se. O pretenso "monstro sagrado" da TVI, esclareceu-nos.

Nunca "vi" tamanha falta de chá! Café, farinha, açúcar, manteiga, ovos e de tudo que (neste caso) falta a quem, com uma simples colher de fermento, se vê "à rasca", para apresentar uma sobremesa digna do nome. Até eu que sou pobrezinha e humilde tenho mais educação e pedigree que este Manel. 

Uma coisa é existirem rivalidades entre colegas! Sempre as houve e vão continuar. Outra, é um matarroano (porque, é exactamente isto que a atitude mostra) entrar "set adentro" e pôr uma profissional de igual, ou superior gabarito "fora de cena", porque se "acha" o último chinelo de griffe. 

Caro senhor: "Podes ir embora, filha. Nós ficamos aqui a conversar"  é, quanto a mim, uma atitude de pessoa "rasca" e não de Vip da Lapa.  No entanto: vós, gente fina, que normalmente chamais "rasca" às outras pessoas, provavelmente ainda não vos deste conta, que todas elas... vos são, em tudo, muito superiores e mais refinadas.

Pasmo sinceramente, com o desplante do homem que se esforça ao segundo, para parecer fino e bem. Não obstante, falha redondamente e a prova, está à vista! Em contrapartida, insulta-me não haver alguém que, com "suavidade" ou real elegância, metesse o senhor no lugar que lhe é devido e lhe apontasse, a ele sim, a porta do estúdio. Francamente!

Eu não vejo muita televisão. Porque é coisa que me desagrada, por causa destas "individualidades" que são idolatradas como se fossem deuses. Mas, não sou ignorante, ao que vai passando por aí. E de entre os vários "apresentadores", seja lá o que são, consigo ainda valorizar um, ou dois.

Não, sor Manel! O senhor é dos que não me seduz. E não é pelos seus casacos, óculos, orientação sexual... é pela falsidade gritante! O incómodo que a sua voz e maneirismos me causam. A sua Tiice bolorenta e oportunismo evidente.

Enfim... o homem ainda quer mais protagonismo e resolveu invadir o programa da colega, como um Trump ou, um Bolsonaro. Um carro de ataque, desgovernado.

Folgo que Fátima Lopes tenha saído, do seu programa, ilesa... mostrando dignidade e grande profissionalismo. Afinal nem todos dão  créditos a Maneis (fez muito bem). Como digo: eu não veja esse tipo de programa, mas detesto "faltas de chá" de quem se acha um pacote, dos mais raros, quando é apenas... uma folhita seca.   

 

 

 

6 comentários

Comentar post