Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Inverno

O saborear dos dias... com maior deleite e meticuloso vagar.

Inverno

Outros Costumes de Natal

20.12.18 | Maria Rocha Soares

 

 

 

 

 

 

Resultado de imagem para poinsettia méxico natal

 

México

 

O Natal é conhecido como La Posada. Manda a tradição levar o retrato, ou as figuras de José e Maria de casa em casa, em busca de “abrigo” antes do nascimento de Jesus Cristo.

O Pai Natal não é usado para simbolizar o Natal. Em sua substituição, os mexicanos optam por usar uma flor vermelha chamada de poinsétia como símbolo da época.

Esta tradição da planta, começou a ter seguidores em outras partes do mundo e também hoje, vemos a "Estrela de Natal" ou... o nome mais comum pelo qual a Poinsétia é conhecia, em muitas floristas e lares do mundo.

 

LENDA DA FLOR DE NATAL

 

"Conta a lenda mexicana que uma menina de nome Pepita, não sabia o que oferecer ao Menino Jesus na missa do Natal. Expôs assim o seu problema ao seu primo Pedro, que a acompanha a caminho da Igreja. Pedro consola Pepita, e diz que aos olhos de Deus, não importa o valor da oferta, o que interessa é a intenção. E Pepita vai colhendo plantas no caminho…

Quando chega à Igreja, vê a pobreza da sua oferta e chora… mas mesmo assim oferece as plantas. Então frente a toda a congregação reunida no templo, as folhas dos ramos ficam tingidas de uma cor brilhante e vermelha transformando seu simples e humilde presente em algo lindo e impressionante. O povo local considerou isso um milagre e mensagem de Jesus.

Desde então diz-se que a planta nasce espontaneamente na região. As flores de natal, irrompem do chão molhado, pelas lágrimas puras e inocentes derramadas pela menina Pepita."

 

Letónia

 

Resultado de imagem para christmas landscape

 

Na capital da Letónia, Riga, assim como noutras cidades, é comum grupos de amigos juntarem-se e desfilarem apenas acompanhados pelo som dos instrumentos musicais. O grupo de músicas vai de casa em casa, com o objectivo de alegrar os habitantes e, claro, afastar os maus espíritos dos lares!

A cultura letã está muito marcada pela relação com a natureza. Marca disso é o facto de um dos seus eventos mais conhecidos ser o Festival Jani, que celebra a noite mais longa do ano (tal como o Natal, está relacionado com o solstício de Inverno e o início de um novo ciclo de vida. O respeito pelo ambiente é visível no carinho com que as cegonhas são tratadas neste país.

Ah, e não nos queixemos da azáfama das prendas porque neste país, as crianças, recebem presentes de Natal durante doze dias.

  

Irlanda

 

Imagem relacionada

 

A ceia dos irlandeses tem muita batata, peru e presunto. Além de doces, como a famosa torta mince pies, criada no século XVI. A receita da sobremesa tinha uma pitada de carne moída no recheio, mas hoje a receita consiste numa mistura de frutas, nozes e especiarias.

Na Irlanda, como todos adoram o Pai Natal e querem ser simpáticos com ele, é costume deixarem-lhe esta torta feita de carne e uma cerveja Guinness para que se "recomponha"

 

Iraque

 

Imagem relacionada

 

As famílias reúnem-se ao ar livre e depois de contadas histórias sobre o nascimento de Jesus, têm por hábito, queimar um molho de espinhos secos. A forma como os espinhos queimam e a do fogo, revela aos presentes como será o ano vindouro daquela família.

 

América

 

Imagem relacionada

 

Nem todas as famílias têm uma lareira em sua casa, nos Estados Unidos. Pensando nisso a estação de televisão WPIX transmite durante 24 horas, ininterruptamente, a imagem de uma lareira a queimar. Esta tradição já se realiza há 50 anos.

 

Caracas

 

Natal em Patins, na Venezuela. 

 

Na Venezuela, os moradores vão à igreja na véspera de Natal. Mas o curioso, está no modo como  vão, que é nada menos que... de patins! Muitas ruas são fechadas aos carros, para dar mais segurança aos que circulam pelas estradas. 

 

Filipinas

 

Resultado de imagem para Ligligan Parul Sampernandu

 

 Nas Filipinas acontece todos os anos o  Ligligan Parul Sampernandu, ou seja: o Festival das Lanternas Gigantes. Este festival tem lugar no sábado, antes da véspera de Natal - na cidade de San Fernando, conhecida igualmente como a “Capital do Natal nas Filipinas”.

Antigamente, as lanternas eram simples. Mediam pouco mais de meio metro de diâmetro e eram feitas papel de hapon (como no origami japonês), iluminadas por velas. 

Actualmente, chegam a medir mais de seis metros e são iluminadas por lâmpadas eléctricas que brilham e formam um caleidoscópio de sequências de luz.

 

Fonte: Vários sites net