Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Inverno

O saborear dos dias... com maior deleite e meticuloso vagar.

Inverno

Uma fruta com sabor a... Chocolate

20.12.18 | Maria Rocha Soares

 

 

 

 

Chama-se Sapote(a) Preto(a) é (originária) e abundante no este do México (Vera Cruz, Yucatan) e na América Central. 
Pode ser cozinhado para substituir chocolate num bolo, por exemplo, ou pode comer-se mesmo cru. Porque é igualmente doce e saudável. Não possui tanta gordura e açúcar e consegue ser mais rico em vitamina C, quantidades significativas de cálcio e de ferro, tornando-se muito mais aconselhável para pessoas que sofram de colesterol ou diabetes. 

 

 

 

Terá sido levado pelos espanhóis para as Filipinas muito antes de 1776. Chegou depois a Malaca, Havai, Brasil, Cuba, Porto Rico e República Dominicana. A variados lugares, em anos seguintes.

Numerosas mudas foram cultivadas no sul da Califórnia, mas nenhuma resistiu às baixas temperaturas. A árvore adaptou-se, no entanto, muito bem no sul da Florida, embora tenha sido cultivada como curiosidade.

Fora de sua terra natal, o fruto nunca recolheu grande popularidade. No México, os frutos são comercializados regularmente.

 

 

É frequentemente servido com leite, ou sumo de laranja, misturado com mais bebidas ou transformado em sorvete. Pode comer-se, também simples, com uma colher. A textura é surpreendentemente! Próxima do flan, mousse ou de um outro creme qualquer. Será portanto, o sonho tornado realidade, para quem está de dieta.

 

Resultado de imagem para sapote preto

 

 

Por dentro, tem uma polpa achocolatada, brilhante, suculenta, macia e doce. Os frutos devem ser colhidos quando estiverem muito maduros, com aparência feia e mesmo enrugada. A textura é pegajosa, mas o sabor de uma sapota preta, bem madura, é uma experiência que vale a pena!

 

Post publicado, originalmente em 15 de Setembro de 2016